Inscrições Enem 2019 Inep

Neste artigo iremos tratar do Enem 2019 Inep, datas para inscrições enem 2019, provas enem. Fique ligado, como se prepare para o próximo exame nacional do ensino médio. Continue lendo.

Se não der certo no Enem de 2018, ou caso você seja apenas treineiro neste ano, não desanime, pois o Enem 2019 deve ser programado e idealizado bem antes de acontecer. Assim como nas demais edições, haverá todos os procedimentos rotineiros, como a disponibilidade inicial do cronograma, a data das provas enem 2019 e das inscrições, para que os estudantes possam se programar para a realização do exame com bastante antecedência.

Porque fazemos inscrições enem 2019 Inep

Milhares de jovens estão se preparando para realizar a prova do ENEM, pois a concorrência a cada ano aumenta e para poder alcançar uma boa nota e consequentemente uma colocação que seja compatível ao exigido para o ingresso no curso da faculdade desejada é preciso muita preparação e empenho nos estudos.

Oferecendo um leque de opções, sendo elas: Sisu, Fies e ProUni, além do ingresso em universidades particulares pela nota do enem, ao invés do vestibular tradicional; ele engloba estudantes de escola pública e/ou privada, sem mais exigências.

Clique aqui para ler sobre inscrições encceja 2019.

Há algumas informações, antes do cronograma, que precisam ser salientadas para os estudantes. Como por exemplo, que há o período de isenção de taxa para alunos de escola pública e que comprovem baixa renda. Somente poderá pedir isenção estudantes que tenham comparecido a prova no ano anterior (caso tenham pedido isenção anteriormente), em impossibilidade de comparecimento no enem de 2018 com isenção, é necessário e haverá um período de justificativa para que possa ser feito o mesmo procedimento na inscrição de 2019.

Quatros passo para se inscrever no enem 2019

  1. Entre no portal oficial do enem inep, a página do participante: https://enem.inep.gov.br
  2. Coloque o número de seu Cadastro de Pessoa Física (CPF) e do documento de identidade
  3. Preenchaum endereço de e–mail único e válido e um número de celular válido. (O Inep utilizará o e–mail e/ou o número de celular cadastrados para enviar ao participante informações relativas ao Exame.)
  4. Concluam as inscrições enem 2019

Taxa de inscrição e as datas para enem 2019

A confirmação da inscrição só ocorre posteriormente com o pagamento da taxa de inscrição, que desde 2017, vem mantendo o valor de 82 reais, mas pode ser alterado no ano de 2019.

Seguindo a lógica de 2017 e 2018, no próximo ano a data escolhida para a realização da prova deverá ser dia 5 e 12 de novembro de 2019, que correspondem a dois domingos consecutivos.

Assim como nos últimos anos, os participantes não deverão receber em casa o cartão de confirmação, mas acesso diretamente pela página do participante, para confirmação de dados, horário da realização da prova, e informações correspondentes a local e sala a ser realizada. Para mais informações, visite a página de participante.

Os horários de provas devem permanecer no período da tarde, tendo como abertura dos portões ao meio dia e meia e o fechamento a uma hora da tarde, com início para a uma e meia.

Se prepare e se programe para o Enem 2019.

Inscrições Enem 2019 Inep
5 (100%) 1 voto

Entender formato interdisciplinar é essencial no Enem

Desde seu início em 1998, com função de apenas avaliar o Ensino Médio, até os dias atuais, o Enem tem um formato particular. Menos conteudista e com foco em interpretação, o exame se tornou a maior plataforma de acesso a universidades do Brasil. Essa é uma mudança que obriga os estudantes, habituados aos vestibulares clássicos, a reformularem o modo como eles se preparam para as provas de acesso ao ensino superior.

Para Eduardo Baez, professor de História da Arte no Stoodi, plataforma de educação a distância, o modelo peculiar do Enem se caracteriza por enxergar as habilidades dos estudantes de forma mais ampla.

— O Enem propõe uma avaliação global do aluno. O exame não foi idealizado como processo seletivo. Há uma linha tênue entre isso e o conteudismo. A prova desenvolve a transdisciplinaridade desde o início. As Humanidades, por exemplo, estão unidas à prova de Linguagens. É possível encontrar um texto filosófico a ser interpretado dentro de uma questão de Português — conta Eduardo.

Na prática, essa característica pede que os alunos tenham um olhar mais crítico, segundo Thiago Moza, coordenador do Curso Poliedro, no Rio. Para o educador, aprender a relacionar os temas é justamente uma das partes fundamentais para o sucesso na prova.

— O grande ponto do Enem é como ele interliga os assuntos. O exame analisa um mesmo tema sob óticas diferentes. Os estudantes precisam ter uma visão ampla de cada assunto comentado no dia a dia. Não dá para ser tão objetivo e direto no Enem. Na prova, é tudo sobre relacionar conteúdos acerca de um tópico — observa Thiago.

Também leia:

Enem 2018

Inscrições Enem 2018

Entender formato interdisciplinar é essencial no Enem
5 (100%) 2 votos

MEC divulga lista de aprovados no Prouni 2018

Ministério da Educação (MEC) divulgou o resultado do Programa Universidade para Todos, o Prouni 2018, nesta quarta-feira (14). Estudantes podem acessar o site oficial do Prouni para consultar o resultado do programa, que oferece 242.987 bolsas de estudo em 2.976 instituições de ensino particulares. Dessas, 113.863 são integrais e 129.124 são benefícios parciais.

Cerca de quinze minutos depois da divulgação dos resultados, o site voltou a exibir “Aguarde o resultado da 1ª chamada”, com o resultado ficando indisponível para consulta. Procurado por VEJA, o Ministério da Educação ainda não se manifestou sobre o ocorrido.

Os candidatos aprovados para as bolsas de estudos terão de comprovar seus dados pessoais, incluindo condição socioeconômica, na universidade onde estudarão, entre os dias 15 e 23 de fevereiro. A falta de documentos e comprovantes provoca a perda da bolsa.

As oportunidades eram exclusivas para quem fez o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2017 e obteve média acima de 450 pontos em cada uma das provas e nota superior a zero na redação.

Os candidatos precisaram apresentar sua renda familiar por pessoa para saber à qual bolsa teriam direito: para ter bolsas de 100%, a renda é de até um salário mínimo por pessoa; para bolsas de 50%, renda de até três salários mínimos.

Além disso, o candidato deve satisfazer a pelo menos uma das condições abaixo:

  1. Ter cursado o ensino médio completo em escola da rede pública ou como bolsista integral em escola particular.
  2. Ter cursado o ensino médio parcialmente em escola da rede pública e parcialmente em escola da rede particular, na condição de bolsista integral da própria escola privada.
  3. Ser pessoa com deficiência.
  4. Ser professor da rede pública de ensino, no efetivo exercício do magistério da educação básica, integrante de quadro de pessoal permanente de instituição pública e concorrer a bolsas exclusivamente nos cursos de licenciatura. Nesses casos, não há requisitos de renda.

Também leia: como fazer inscrições enem 2018

MEC divulga lista de aprovados no Prouni 2018
5 (100%) 1 voto