Como ficar por dentro das notícias e mandar bem no Enem 2018

Estar por dentro do que acontece no país e no mundo é fundamental para quem vai fazer o Enem 2018. Notícias e atualidades aparecem não só no tema da redação, mas também nas questões objetivas do exame. Deste modo, saber relacionar os últimos acontecimentos com o conteúdo estudado dentro das salas de aula garante muitos pontos na avaliação da banca examinadora.

Leonardo Silvério, professor de atualidades e sociologia da Rede Educacional Alub, diz que é preciso saber analisar os fatos, além de simplesmente se informar.

— Entrar diariamente nos sites de notícias já faz toda a diferença. Quanto mais informação acessada, melhor desenvolvimento da percepção sobre o tema. Depois, é selecionar por assunto e por veículo, conferir fontes e verificar os conceitos que não ficaram claros. Parece muito, mas algo entre 30 a 40 minutos do planejamento diário é suficiente para o aprofundamento do que é noticiado — pontua Leonardo.

Ainda de acordo com o professor, é importante que o aluno aproveite os dispositivos tecnológicos e otimize o tempo para estudar nos mais diversos períodos do dia, como nos deslocamentos nos meios de transporte, por exemplo.

Fazer inscrições enem 2018 e saiba como

— Com o auxílio de celulares, rádio ou televisão qualquer pessoa introduz em seu cotidiano duas práticas muito valiosas: a leitura e a análise de problemáticas globais que podem afetá-la. Ler o informativo do ônibus, entrar rapidinho – na hora do almoço – no site da Câmara Federal, dos movimentos ambientais e jornais, já ajuda bastante. Além disso, debater os assuntos com amigos, professores e família contribui na hora de fixar e entender os diversos lados do que está sendo discutido.

O conhecimento é uma propriedade que o estudante deve construir a todo instante — garante Silvério, que explica a importância de estudar História para entender os conflitos atuais:

— Quando pensamos nos problemas atuais devemos compreender que boa parte do que acontece hoje já foi vivido em momentos anteriores por determinadas sociedades. No início do processo de colonização brasileira, por exemplo, já vivíamos o conflito étnico racial no Brasil; e as questões de sexualidade e gênero são um tabu social desde a idade média no mundo. Observando situações passadas conseguiremos avaliar melhor contextos atuais.

Como ficar por dentro das notícias e mandar bem no Enem 2018
5 (100%) 3 votos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *