Mais de 1,3M de estudantes já inscreveram para enem 2018

Sabe quantos estudantes já se inscreveram para enem 2018? Segundo os dados divulgado pelo O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), no primeiro dia de abertura de inscrições para enem 2018, mais de 1,3M de estudantes já se inscreveram. O número exato de inscritos chegou a 1.389.270 durante o primeiro dia.

Se você já se inscreveu no enem 2018, lembre de pagar a taxa de inscrição antes de vencer o prazo. Por enquanto, prepara começar a fazer simulados enem 2018 e baixar sua apostila para enem 2018, entende o que estudar para enem e mandar bem nas provas no novembro.

Como fazer inscrições para enem 2018

Resumos em seis passos para fazer sua inscrição para enem 2018, veja:

1.Acesse o site do http://enem.inep.gov.br/ (único site oficial para inscrever-se no enem 2018);
2.Durante a inscrição serão solicitados alguns dados como CPF e senha;
3.Insira um e-mail que seja válido;
4.Forneça todas as informações;
5.Conclua sua inscrição;
6.Pague a taxa e confirme a inscrição.

Atenção:

  1.  O prazo para se inscrever na página do participante do enem inep é até 18 de maio, sexta-feira da próxima semana.
  2.  Se nãp solicitou a isenção da taxa da inscrição enem 2018, precisa pagar 82 reais de taxa de inscrição. Veja como pagar

Datas das provas enem 2018

As provas do Enem 2018 serão realizadas nos dias 4 e 11 de novembro, dois domingos consecutivos. Em ambos os dias os participantes terão que responder 90 questões objetivos, mas no primeiro domingo também tem prova de redação.
Dia 4/11: Ciências Humanas e suas Tecnologias; Linguagens, Códigos e suas Tecnologias; Redação.
Dia 11/11: Ciências da Natureza e suas Tecnologias; Matemática e suas Tecnologias.

O primeiro dia de provas terá cinco horas e meia de duração, e o segundo cinco horas. As provas começarão às 13h30, horário de Brasília, mas os candidatos deverão chegar até as 13h.

Consultar o gabarito e resultado enem 2018, fique ligado no site enem-inep.com

 

Mais de 1,3M de estudantes já inscreveram para enem 2018
3.7 (73.33%) 3 votos

Entender formato interdisciplinar é essencial no Enem

Desde seu início em 1998, com função de apenas avaliar o Ensino Médio, até os dias atuais, o Enem tem um formato particular. Menos conteudista e com foco em interpretação, o exame se tornou a maior plataforma de acesso a universidades do Brasil. Essa é uma mudança que obriga os estudantes, habituados aos vestibulares clássicos, a reformularem o modo como eles se preparam para as provas de acesso ao ensino superior.

Para Eduardo Baez, professor de História da Arte no Stoodi, plataforma de educação a distância, o modelo peculiar do Enem se caracteriza por enxergar as habilidades dos estudantes de forma mais ampla.

— O Enem propõe uma avaliação global do aluno. O exame não foi idealizado como processo seletivo. Há uma linha tênue entre isso e o conteudismo. A prova desenvolve a transdisciplinaridade desde o início. As Humanidades, por exemplo, estão unidas à prova de Linguagens. É possível encontrar um texto filosófico a ser interpretado dentro de uma questão de Português — conta Eduardo.

Na prática, essa característica pede que os alunos tenham um olhar mais crítico, segundo Thiago Moza, coordenador do Curso Poliedro, no Rio. Para o educador, aprender a relacionar os temas é justamente uma das partes fundamentais para o sucesso na prova.

— O grande ponto do Enem é como ele interliga os assuntos. O exame analisa um mesmo tema sob óticas diferentes. Os estudantes precisam ter uma visão ampla de cada assunto comentado no dia a dia. Não dá para ser tão objetivo e direto no Enem. Na prova, é tudo sobre relacionar conteúdos acerca de um tópico — observa Thiago.

Também leia:

Enem 2018

Inscrições Enem 2018

Entender formato interdisciplinar é essencial no Enem
5 (100%) 2 votos